PASSAGEM DE PARÂMETROS , CRIANDO FERRAMENTAS COM SCRIPT SHELL (script para criar pendrive bootável) - LINUX PENTEST - FAMÍLIA BSD

Novos

LINUX PENTEST - FAMÍLIA BSD

Linux, Pentest , Segurança da informação , T.I e muito mais

Curta ou compartilhe esse site

12 maio 2017

PASSAGEM DE PARÂMETROS , CRIANDO FERRAMENTAS COM SCRIPT SHELL (script para criar pendrive bootável)


CURSO : SHELL SCRIPT
DATE:  11 MAIO 2017
HORA : 17:40
AULA :4
TEMA :PASSAGEM DE PARÂMETROS , CRIANDO FERRAMENTAS COM SCRIPT SHELL
PROFESSOR : FRANCISCO DE PAULA MARINHO NETO


Olá pessoal , começaremos agora a quarta aula de shell script , onde iremos tratar sobre a criação de ferramentas com passagem de parâmetros , o que seria isso ?

Passagem de parâmetros são todas opções que você adiciona depois do programa , exemplo:

mount  /dev/sdc

umount /dev/sdc

airmon-ng start wlan0

Então iremos aprender como isso funciona na teoria e na prática , pegue uma caneca de café , curta a nossa pagina no canto superior esquerdo que vamos começar.

Isso não é java

A passagem de parâmetros é algo natural do shell sendo recebido o valor do primeiro parâmetro como $1 e o segundo parâmetro $2 e assim segue-se infinitamente mas , existe alguns comando que é necessário salientar como :

  • $# : Conta quantos parâmetros foram passados .
  • $* : Mostra todos os parâmetros passados .
  • $0 : Recebe o valor do nome do programa.
  • $? : Mostra o status da execusão do programa , qualquer valor diferente  de zero configura erro.
  • ${10} Todo parâmetro acima de "9" onde são usados dois algarismos é necessário o uso de chaves , diferente disso o shell intepretará o primeiro algarismo somente.
Os parâmetos $1, $2 , etc , tomarão lugar dentro do programa para que seja feita toda execusão do programa , vamos para a pratica que ficará mais fácil o entendimento:
Vou criar um script  aqui , que para os intermediários e avançados seja muito simples , mas quando começei no linux me deu um pouco de dor de cabeça , que é a criação de um pendrive bootável ,
Vamos lá :
Vamos começar como você ja aprendeu , dando o caminho do intepretador e comentando o que o script faz.


#!/bin/bash
#programa que cria pendrives bootaveis no linux
#autor francisco marinho
sudo clear
echo "criado na aula de script shell "
echo
echo "acesse http://www.linuxpentestbrasil.tk "
 if [ $1 = --help ]; then

   clear
   echo "digite bootpendrive.sh caminho da iso  caminho do pendrive "
   echo "  exemplo :./bootpendrive.sh  /home/francisco/Downloads/ubuntu"
   echo "-gnome-16.10-desktop-amd64.iso /dev/sdb1 "

  else
     sudo umount $2
     sudo mkfs.fat $2
     echo " Aperte ctrl c para cancelar"
     echo
     echo
     sudo  dd if=$1 of=$2 status=progress && sync && clear && echo                 "Finalizado   com sucesso o seu pendrive bootavel "
 fi




Vamos explicar

Dei um clear para limpar a tela.
Escrevi algumas propagandas , parecendo app do android rsrs.
Começei uma estrutura de repetição onde se o primeiro parâmetro $1 fosse " --help " que ele desce um clear pra limpar a tela e desse um exemplo do uso do programa .
Que é   bootpendrive.sh caminho da iso  caminho do pendrive
Senão ( else ) ele iria partir para a ação de criar o pendrive bootável.
Dei o comando "umount" para  desmontar o parâmetro $2 que no caso seria o pendrive.
Dei o comando de formatação da váriavel $2 .
 Escrevi uma mensagem , mostrando como o usuário poderia abortar o processo.
E por fim dei o comando "DD" que irá descomprimir a variavel $1 no caso a iso
 no pendrive .
Se quer saber o que mais o comando dd faz clique aqui
E se ocorrido com sucesso , mostrar uma mensagem no final afirmando isso.

Para saber qual o caminho do pendrive você pode usar o comando  :

sudo fdisk-l

a saída do comando será parecida com essa .


Onde mostra o tamanho e onde está montado no meu caso /dev/sdb.
Normalmente o último da lista é o seu pendrive .

Depois de terminado de salvar o programa de o comando :

sudo chmod a+x nomedoscript
para da permissão de execusão .

E criado nosso programa , vc pode usar-lo a vontade sem a necessidade de um ambiente gráfico, que faz a maioria dos programas perderem desempenho.

Segue as imagens da execusão completa do programa :

./bootpendrive.sh --help




  



Até mais, Voltem sempre.

Um comentário:

  1. Sugestão: por favor, se possível, passe os códigos com caracteres mono-espaçados. Tive um pequeno problema na execução pq o certo é ter um espaço entre if (espaço) [ (espaço) $1... Como sou iniciante tive que ir testando onde acrescentar ou tirar espaço. Isso acontece na linha 8 do código.

    ResponderExcluir

Linux Pentest

O criado Linux Pentest foi criado para reunir informações sobre a área de hacking, que tem crescido grandemente nos últimos anos, devido a diversos ataques cibernéticos e a crescente área da tecnologia.

Despertando interesse em diversas pessoas como estudante da área de tecnologia da informação, programadores, design, todos estão interessados em fazer parte da elite do conhecimento que são os hackers.

Não se pode falar em hackers, em técnicas de hacking, como descobrir senhas de wifi, como hackear, sem falar em linux, por isso agrupamos também em nosso site tutoriais, dicas, manuais e muito mais sobre as distribuições Linux, seja Bem Vindo ao Linux Pentest. Volte sempre.