Crunch Criando boas Wordlist

Crunch 

 

Crunch é uma ferramenta existente no linux que é tem como funcionalidade criar wordlist que são listas de senhas para brute force , ou seja ataque de tentativa e erro.

Instalação :

 Sua instalação não é complicada , apenas utilize o gerenciador de pacotes da sua partição, no meu caso :


Crunch Criando boas Wordlist
sudo apt install crunch  

USO:

O uso da ferramenta crunch da-se de duas maneiras em :

WORDLIST COMUM

Quando é especificado somente as letras números e caracteres que formarão a Wordlist . Como no exemplo a seguir:

Crunch Criando boas Wordlist
  

 crunch 8 8 abcdefghijklmnopqrstuvxyz -o wordlist.txt


O primeiro número "8" é o parâmetro que designar o número minimo de caracteres que terá a sua senha.

O segundo número "8" é o parâmetro que designar o número maximo de caracteres que terá a sua senha.

Podendo ser trocado como você quiser .

O terceiro parâmetro é o que designa os caracteres que serão formadas as 
senhas.

O quarto parâmetro "-o" é para salvar a wordlist do nome extensão do arquivo.

Seguindo esse modelo as primeiras senhas formadas serão:


aaaaaaaa
aaaaaaab
aaaaaaac
aaaaaaad

São senhas sem muito objetivo , e é necessário tomar cuidado com o tamanho que o arquivo pode ficar.
Nesse nosso exemplo pode ser notado isso :

Crunch Criando boas Wordlist


Temos aqui a informação que são necessários 1Tera de HD para essa wordlist.

Sendo mais popular a segunda opção : 


WORDLIST PERSONALIZADA

Mais popular essa forma vamos a ela:

Crunch Criando boas Wordlist

Diferentemente da outra você pode ver o parâmetro " -j " esse parâmetro designa quais caracteres serão substituidos na palavra colocando "@" no lugar do caractere.

Nesse exemplo ficaria assim:

paulo1111
paulo1112 

É bem confortável o tamanho dela como você pode ver
Crunch Criando boas Wordlist



Eu usei essa wordlist  na quebra de uma senha wpa wireless

onde a senha era paulo2238 , então essa forma se torna bem útil . Mas se você ainda quer uma wordlist pronta e boa , clique aqui.

Até mais.



Comentários :

Postar um comentário